Sobre

 

Experiência e tecnologia na oferta de composto para produção de cogumelos

Serviços:

 

- Composto

Venha nos conhecer

 

Para um orçamento, ligue:
(42) 3234-1430

(42) 99103-0741 vivo - WhatsApp

Estrada para Capão Alto - 3,5 Km da

Castrolanda, Castro-PR

© 2012-2014

Recomendações

Informações úteis

Lembramos a necessidade de fazer a programação da entrega com antecedência de pelo menos 3 (três) meses.

 

Antes da chegada do composto, recomendamos enfaticamente uma rigorosa higienização das instalações que irão receber o mesmo. Uma especial atenção para o sistema dos dutos de ar condicionado. Não deixe o composto sofrer um impacto de contaminação!

 

Sempre que for possível, feche frestas, portas, coloque filtros nas entradas externas de ar, quaisquer furos, frestas ou trincas. É uma porta de entrada para moscas, que se sentem atraídas pelo cheiro do composto. Junto com as moscas, vêm as larvas. As moscas também são vetores de contaminações por fungos concorrentes, como trichoderma, verticilium e outros.

 

Testar o funcionamento dos ar-condicionados. Deixar a sala de cultivo esfriando antes mesmo de receber o composto, sobretudo no verão. Uma vez que durante o transporte, sobre longas distâncias, a temperatura do composto pode elevar a níveis críticos. Descarregar o caminhão imediatamente após a chegada, para poder esfriar o composto o mais rápido possível, caso necessário.

 

O composto Compobras é um composto ativo, com alto potencial produtivo o que requer uma boa capacidade de resfriamento.

 

Recomendamos não fechar totalmente o saco durante o processo de incubação, deixar o mesmo levemente dobrado, mas com a ponta da dobra aberta, para que o excesso de CO2 possa escapar.

 

É natural o composto elevar a temperatura durante a incubação, por causa do crescimento vigoroso do fungo do champignon.

 

Isto ocorre normalmente a partir do sétimo ou oitavo dia do processo de incubação. De modo geral, não se recomenda colocar terra de cobertura antes dos 17 dias da semeadura. Cobrir antes traz maiores riscos com aquecimento do composto, tendo que aumentar o resfriamento e a circulação; e, consequentemente, haverá uma maior perda de umidade da terra.

 

Espere o composto se acalmar! Faça um monitoramento intensivo do composto, com termômetros aferidos, para determinar o melhor momento de cobrir. Seja atento a eventuais mudanças bruscas na temperatura do composto.

 

Uma terra de cobertura que sofre o impacto de um vento frio do ar condicionado não é um ambiente favorável para a entrada do micélio!

 

Logo após cobrir com terra ainda se pode usar uma temperatura baixa, sem prejudicar a subida do micélio na terra, já que o micélio neste estágio ainda se encontro logo no primeiro centímetro de baixo da terra. Na medida que o micélio sobe mais na terra devemos reduzir o resfriamento, para que a superfície da terra não fique muito fria, inibindo o micélio de subir até a superfície. Isto será possível somente quando o composto nesta fase não demonstrar uma atividade excessiva.

 

Cobrir com terra antes da hora, com composto ainda muito ativo, trará a necessidade de baixar muito a temperatura do ar para poder controlar a temperatura do composto. O resultado será uma pobre subida do micélio, com cogumelos nascendo embaixo da terra, que tendem a ficarem sujos.